Título original: Playing in The Rain
Autora: Jane Harvey-Berrick
Ano: 2014 - Número de páginas: 250
Editora: Harvey Berrick Publishing - Gênero: Romântico - Skoob

        Não sei se tem tradução oficial para este livro, nem sei se tem editora aqui no Brasil, recebi o pdf dele pelo twitter em um momento de desespero por não ter nada pra ler. Pedi uma indicação e me enviaram este livro.

        É uma história bem clichê, o livro é super pequeno. Li em apenas um dia e amei a história mesmo prevendo o meio e o fim. Essa é umas das histórias que sabemos exatamente o que os personagens vão dizer ou fazer e mesmo assim nos apaixonamos, sabe?

        Conta a história de uma típica jovem americana, Ava, que muda de cidade para ter sucesso profissional, bancada pelo pai, que é contra a decisão da filha de ir morar longe sem recursos, mas mesmo assim paga o aluguel, lhe dá um carro novo e ainda manda dinheiro para se sustentar.

        E então ela conhece um outro jovem lindo, sarado e muito perfeito pra ser real, Cody. Ava está num leve engarrafamento e o vê de longe brincando com um cachorro, em um dia de chuva. Ela o acha um idiota por estar exibindo seu belo corpo e não tentando se proteger da chuva. Até aí ok, certo? Não. Porque ao perceber que ela está o observando, Cody vai até Ava e lhe entrega um bilhete com três simples palavras: Você é linda. E depois ele some. Depois de descobrir quem é o garoto misterioso e serem devidamente apresentados, se tornam amigos e depois um se apaixona pelo outro, o que era de se esperar. Ava descobre que Cody é bem mais novo que ela, mas isso não impede que eles vivam uma aventura com direito a lista de coisas pra fazer, o que torna as coisas mais interessantes.

        Como disse a história é bem clichê do inicio ao fim, mas não deixou de ser interessante e promete prender sim a atenção do leitor. Não conheço muitos trabalhos desta autora então não tenho como julgar sua escrita, mas gostei muito.

        Por ser um livro pequeno acho que dei bastante informação sem dar muitos spoilers. Recomendo pra quem se emociona fácil, como eu, com livros de romance de qualquer jeito.


6 Comentários

  1. É fofinho e gostei da indicação.
    Livro leve e curtinho.
    Bjks,

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros com histórias clichês, apesar da gente saber tudo, ainda conseguimos amar porque é bem fácil de acontecer pelo menos uma das coisas que aparecem na história. Não conhecia o livro, boa indicação e resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Essas histórias de meninas "independentes" que vivem às custas do pai não fazem o meu gênero, porque começo a pegar odinho da protagonista.
    A história toda parece típica de sessão da tarde haha mas acho que deve valer a lida.

    bjo

    ResponderExcluir
  4. Oi Mary, tudo bom?
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, acho que fica até mais difícil achar quando não se tem tradução e nem editora pra publicar. A capa é muito lindinha e me interessei.

    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi Maryanna, não tive a oportunidade de ler o livro e achei super válida essa indicação.
    Gosto desses livros clichês, mais ainda isso de terem uma lista do que fazer.
    Gostei muito da resenha.

    Bjok

    ResponderExcluir

Oi! Que bom que olhou e veio comentar.
Não esqueça de deixar sugestões, opiniões, dúvidas e/ou reclamações.
Seja bem-vindo!